A Bunda

a bunda

A bunda.
Dois sois a brilhar.
Gemeas a sorrir.
Na cadencia do corpo.
Seu remelecho.
A bunda não tem preço.
Com ela eu fecho.
Na caricia de ser.
Duas em uma.
Bela mulher.
Que sabe o que quer.
Com sua bunda encanta.
Os males espanta.
Amores desperta.
E quando descoberta.
Me desconcerta.
E aconchega.
Passeia com graça.
Ousada desafia.
Na sua geografia.
Ondas perfeitas.
Montanhas fartas.
Explodindo em amor.
Sem questionar.
A bunda a desfilar.
Conquista corações.
Versos e canções.
Hipnotiza boquiabertos.
A bunda.
Um talento certo.

Junior Mansi

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s